Imagem

Os melhores.

É bonito quando são os jornalistas a reconhecer grandeza nos outros jornalistas. Tantas vezes isso devia ser feito e tão poucas acontece. O que importa agora é que para a revista TIME as personalidades do ano são jornalistas. Algumas deram a vida por isso, por não calarem, por acreditarem que por detrás de um sorriso nem sempre há um bom coração, por que ousaram provar isso. Pagaram caro mas não pode ser em vão. A todos os que denunciam, a todos os que não calam, a todos os que apontam o dedo e desconfiam da primeira versão que lhes contam, a todos os que questionam e voltam a questionar.

Dizem que o jornalista é curioso. Meus amigos, o jornalista é intuitivo e teimoso. Até arrepia.